PHIIT, treino intervalado de alta intensidade que envolve as duas principais capacidades físicas: capacidade cardiovascular e força. Este é um treino de apenas 30 minutos composto por desafios intensos e diversificados com o objetivo primordial de aumentar o metabolismo corporal de forma a potencializar ao máximo a perda de massa gorda e a criação de um corpo forte e ágil! O corpo é treinado através de exercícios com o peso corporal ou através de cargas externas e pesos livres. Esta aula surgiu pelas novas exigências e necessidades de quem tem pouco tempo para treinar mas deseja realizar algo intenso e que garanta resultados.

O treino intervalado de alta intensidade como o modelo do PHIIT, tem ganho alguma popularidade com inúmeros estudos relacionados que garantem a capacidade deste tipo de treino na mudança na composição corporal, nomeadamente, a perda de massa gorda, o aumento da capacidade de captação de oxigénio (VO2 máximo) e a consequente redução de risco de doença cardiovascular (Gibala e McGee, 2008) . De facto, grande parte dos programas de treino utilizam treino cardiovascular continuo como modelo de perda de massa gorda, contudo, existem benefícios relacionados com o treino intervalado de alta intensidade que são potencializados ou ampliados por este tipo de treino (Shiraev e Barclay, 2012). Grande parte dos resultados relacionados com a redução de massa gorda que são adquiridos, estão intimamente associados ao consumo de oxigénio pós-esforço (EPOC). Basicamente, depois de um esforço intenso, para que o corpo volte a encontrar o seu estado de homeostasia, necessita de consumir mais oxigénio daí o aumento da atividade pulmonar e cardíaca, da atividade metabólica na redução da temperatura corporal bem como todo o processo de remoção de lactato. Por isso, é natural que o corpo se mantenha “ativo” mesmo durante um período de repouso pós-treino continuando a consumir energia (Boutcher, 2010). Os benefícios não  se apresentam apenas como composição corporal mas também ao nível mais metabólico. Podemos verificar também através de um programa de 8 a 12 semanas, sugerido, que é possível ter ganhos impressionantes ao nível da pressão sanguínea, glicose sanguínea e níveis de colesterol(Nemoto et al, 2007). O PHIIT, apresenta-se assim, como uma boa escolha para qualquer tipo de idade e limitação, mesmo que não seja aparentemente visível, podendo ser adaptada a qualquer individuo, sendo que quanto mais for realizada mais resultados vão aparecer.

Alexandre Veloso

Instrutor Phive Coach | Les Mills | CrossFit Trainer Level 1